A logística moderna tem desempenhado um papel fundamental para o desenvolvimento empresarial, e os profissionais dessa área são cada dia mais demandados e exigidos. Como aperfeiçoar conhecimentos é essencial para o seu crescimento profissional, o post de hoje falará sobre os tipos de transporte de cargas.

Dentre os diversos processos logísticos existentes, o transporte pode ser indicado como um dos principais. Isso porque um negócio só consegue se tornar escalável e conquistar a satisfação de seus clientes quando executa entregas rápidas e de qualidade.

No entanto, nem todos conhecem os tipos de transporte de cargas e acabam enfrentando dificuldades ao escolherem o mais adequado às suas necessidades.

Pensando nisso, preparamos um artigo para explicar as diferenças e semelhanças entre os principais tipos de transporte de cargas utilizados atualmente. Veja e tire todas as suas dúvidas!

O atual cenário do transporte no país

Como gerente logístico, certamente, você tem conhecimento de que o modal de transporte rodoviário é o grande responsável pela distribuição de produtos por todo o território nacional.

Estima-se que cerca de 60% de todas as cargas são transportadas por estradas e rodovias — pavimentadas ou não.

Infelizmente, apesar de tanta importância para a economia do país, o transporte rodoviário ainda enfrenta inúmeros desafios, sendo os principais a falta de infraestrutura das estradas e a insegurança.

Aliás, São Paulo e Rio de Janeiro são estados que mais sofrem com o roubo de cargas: um problema que causa grandes prejuízos ao setor a à economia brasileira como um todo.

Mesmo com tantos obstáculos a superar, esse modal ainda é destaque, e a logística tem trabalhado duro para tornar as entregas cada dia mais rápidas e seguras.

Tipos de transporte de cargas

Conforme visto, o modal rodoviário é o mais utilizado no Brasil. Mas dentro desse modal existem várias maneiras de se transportar uma carga. Você conhece todas elas?

Para ajudá-lo a tornar o dia a dia de seu setor mais eficiente, reunimos os principais tipos de transporte de cargas em rodovias e trouxemos suas principais características. Portanto, fique atento e aprenda um pouco mais!

Transporte de carga geral

Trata-se do tipo mais convencional, caracterizado pela entrega de cargas que não exigem veículos ou procedimentos especiais para sua distribuição e armazenamento.

Em outras palavras, estamos lidando com o transporte de porta a porta que se utiliza de veículos comuns e pode ser utilizado para entrega de diversos produtos, como:

  • produtos industrializados;

  • produtos químicos (desde que não seja uma carga perigosa);

  • produtos farmacêuticos;

  • líquidos envasilhados;

  • produtos alimentícios;

  • materiais de construção;

  • laminados de madeira.

Nesses casos, como as transportadoras lidam com os mais diferentes produtos, é essencial executar um bom planejamento estratégico em logística para garantir o atendimento de vários perfis de empresas com total qualidade e agilidade.

Entre as exigências impostas às transportadoras está a constante manutenção da frota, a capacitação dos motoristas e o emprego de recursos tecnológicos que otimizam o transporte de cargas.

Transporte de encomendas

Bastante conhecido, o transporte de encomendas é uma modalidade bem específica entre os tipos de transporte de cargas.

O seu processo compreende a coleta da carga no local de envio, o transporte seguro e a entrega no endereço de destino, observando que o prazo de entrega e os endereços entre os quais a carga deverá trafegar devem ser previamente estabelecidos.

Aqui, a transportadora deve ter uma atenção ainda maior em relação à agilidade e às condições nas quais os produtos chegam ao seu destino. Isso é importante para preservar a relação entre a empresa emissora e o cliente que recebe sua encomenda.

Para alcançar esse objetivo, o monitoramento de cargas é um dos processos logísticos mais importantes, pois permite o acompanhamento em tempo real da entrega, facilitando a solução de problemas e o cumprimento dos prazos de entrega previstos.

Transporte de mudanças

Esse é mais um tipo de transporte bem específico, utilizado como o auxílio para processo de mudanças, seja residencial ou empresarial.

Salienta-se que, nesse caso, o destinatário costuma ser o próprio remetente, ou seja, a mesma pessoa física ou jurídica. Assim, por meio de veículos apropriados é feito o deslocamento de:

  • bens móveis;

  • utensílios domésticos;

  • materiais de escritório e outros tipos.

Transporte de cargas perigosas

O Código Brasileiro de Trânsito e os demais instrumentos de normatização do transporte de cargas perigosas estabelecem uma série de exigências para as transportadoras que atuam nesse segmento do mercado.

Dessa forma, não apenas o tráfego dos produtos deve ser feito de acordo com um procedimento padrão, mas também o carregamento, a manipulação, a armazenagem e o descarregamento de cada tipo de carga classificada como perigosa.

Os cuidados necessários envolvem tanto a manutenção adequada da frota quanto o treinamento e capacitação dos motoristas e demais colaboradores responsáveis pelos processos, de modo a evitar acidentes que possam causar prejuízos à propriedade ou à vida.

Transporte de cargas frigoríficas

Devido às condições de temperatura, ventilação e umidade exigidas pelos produtos frigoríficos, esse é um dos processos mais especializados entre os diferentes tipos de transporte de cargas.

O transporte de cargas frigoríficas exige da transportadora investimentos constantes para que o sistema de refrigeração e os demais equipamentos que garantem a integridade dos produtos resfriados ou congelados funcionem com perfeição.

Nesses casos, a higienização dos veículos também exige bastante competência por parte das transportadoras, de modo a evitar contaminações e prejuízos com a danificação de cargas como laticínios, frutas ou carnes.

Transporte de cargas de grande porte

A segurança na circulação de estruturas, equipamentos ou máquinas cujas dimensões excedam os limites permitidos pelo Código Brasileiro de Trânsito é o objetivo principal desse tipo de transporte de cargas.

O alto risco relacionado ao transporte de cargas de grande porte, também chamadas de cargas excepcionais ou indivisíveis, exige um planejamento estratégico para cada serviço.

É preciso considerar as questões relacionadas à segurança das vias de trânsito, tais como sinalização, escolta, velocidade controlada e horário de circulação.

O carregamento e o manuseio das cargas excepcionais é outro desafio para as transportadoras, que devem preservar tanto os produtos transportados quanto o patrimônio e a vida de terceiros.

Transporte de produtos farmacêuticos

A indústria farmacêutica não pode abrir mão de processos logísticos extremamente bem-executados, devido ao rigor das exigências legais impostas ao transporte de medicamentos.

Entre os diferentes tipos de transporte de cargas, esse é um segmento bastante especializado, que exige um relacionamento próximo entre a transportadora e seus clientes. Esse é um cuidado para garantir que todas as etapas do transporte de cargas sejam realizadas sem equívocos que comprometam a integridade dos produtos farmacêuticos.

Transporte de carga completa

O transporte de carga completa é aquele utilizado quando uma empresa tem a necessidade de utilizar o caminhão exclusivamente para o deslocamento de sua mercadoria.

Nesse caso, é possível que o produto complete o compartimento do caminhão ou não. Entretanto, ainda que o veículo não esteja totalmente carregado, a viagem será executada levando apenas essa carga.

Esse tipo de transporte é relativamente comum no caso de cargas perigosas, que podem contaminar outros produtos e, portanto, devem ser transportadas separadamente.

Transporte de cargas fracionadas

A carga fracionada é um dos tipos de transporte de cargas mais utilizado pelas empresas na atualidade, independentemente do segmento ou do porte da organização.

Em resumo, ela se contrapõe à carga completa, já que várias empresas podem compartilhar o mesmo caminhão para realizarem entregas que tenham um destino semelhante.

Mas como realmente funciona esse tipo de transporte?

Apesar de estar associado a uma logística eficiente e simples de ser compreendida, é normal encontrarmos pessoas que ainda possuem dúvidas sobre os processos que tornam possível esse tipo de transporte.

Mas não há muitos mistérios, já que o segredo é planejamento, rapidez e eficiência. De modo geral, a transportadora organiza a distribuição e a entrega dos produtos de modo a possibilitar o uso de um mesmo veículo para transportar cargas diferentes, mas com características semelhantes.

Ao contratar uma boa transportadora, ela ficará responsável por recolher a mercadoria em sua empresa e organizá-la em um veículo adequado às suas características e que tenha uma rota de entrega compatível.

A partir disso, todo o processo de entrega é efetivado com qualidade e foco na segurança, assegurando que os pacotes cheguem em excelentes condições de uso e cumpram com as expectativas de sua clientela.

Lembrando que cada empresa paga apenas pelo espaço ocupado pelo seu produto, dividindo os custos do transporte com as outras cargas.

No transporte de cargas fracionadas, é possível trabalhar com fretes menores, atendendo empresas de todos os tamanhos e fazendo entregas em qualquer parte do Brasil ou do mundo.

Trata-se de um processo logístico que se destaca pela possibilidade de customização dos serviços, garantindo que as necessidades de cada empresa em relação ao transporte sejam atendidas da melhor forma possível.

Como escolher o melhor entre os diferentes tipos de transporte de cargas

A flexibilidade é um fator que deve ser levado em consideração pelos gestores no momento de escolher qual dos tipos de transporte de cargas é o melhor para a sua empresa.

À medida que os gestores conhecem bem as especificidades e os benefícios de cada tipo de transporte, fica mais fácil decidir por aquele que melhor atende às necessidades da empresa.

O mais importante é garantir que os processos logísticos da organização sejam otimizados, garantindo a redução de custos e a agilidade no transporte e distribuição dos produtos.

Entre os diferentes tipos de transporte de cargas que apresentamos aqui, a carga fracionada tem se destacado como a opção de muitas empresas, devido às vantagens oferecidas pela possibilidade de se trabalhar com fretes menores.

Transporte de cargas fracionadas: por que ela se destaca no mercado

Ao longo do post, foi possível perceber que existem vários tipos de transporte de cargas, mas que um deles se destaca em meio os demais: o transporte de cargas fracionadas.

A razão disso é simples: a carga fracionada tem características únicas e traz inúmeros benefícios às empresas. Confira a seguir as principais vantagens de apostar nesse tipo de transporte:

Mais segurança à integridade da carga

Por trás do transporte de cargas fracionadas há toda uma logística que permite que suas encomendas cheguem ao destino final em segurança.

O ponto que mais merece destaque diz respeito à separação e categorização dos materiais transportados em cada veículo. Via de regra, a transportadora separa apenas produtos com características semelhantes e isso evita contaminações e diminui as perdas.

Mais economia no frete

Outra grande vantagem desse modelo é também uma de suas principais características. Como diversos remetentes dividem o veículo, o frete é mais barato do que em uma carga completa.

Maior controle sobre a carga

As grandes transportadoras de carga fracionada do mercado estão sempre investindo em tecnologia, e isso reflete em um transporte cada vez mais eficiente e controlado.

O uso de ferramentas de rastreio, por exemplo, tem sido muito valorizado pelos consumidores. Atualmente, o cliente acha essencial poder acompanhar o andamento do transporte e ter uma previsão clara de quando receberá sua encomenda.

Ademais, esse tipo de tecnologia também favorece a empresa. Como ela está sempre informada sobre o andamento do processo, consegue se planejar melhor e agir rapidamente em caso de imprevistos.

Maior rapidez nas entregas

A logística utilizada no transporte de cargas fracionadas é pautada em um planejamento prévio e eficiente de rotas, capaz de assegurar que todas as mercadorias cheguem ao destino final dentro das condições exigidas.

otimização da rota é uma estratégia interessante que traz muita qualidade e rapidez às entregas. Todo o trajeto é calculado de maneira inteligente e leva em consideração a localização, o tipo de carga e a necessidade do cliente.

Muitas informações, não é mesmo? Contudo, é possível concluir que existem vários tipos de transporte de cargas por meio do modal rodoviário, e um bom gerente logístico, além de conhecê-los, deve saber selecionar aquele que melhor atende às necessidades de sua empresa.

Portanto, aproveite todo o conhecimento adquirido hoje para melhorar ainda mais o desempenho de seu setor!

Quer aprender ainda mais sobre as cargas fracionadas? Então, temos uma excelente oportunidade para você! Baixe agora mesmo o nosso Guia definitivo do transporte de cargas fracionadas e aperfeiçoe seus conhecimentos!